Fundos de Investimentos

Conheça todas as opções

Aplicação financeira coletiva, constituída pelo patrimônio de vários investidores que visam investir em uma cesta diversa com gestão profissional

Aqui você encontra uma ampla oferta de produtos de investimento e o apoio de profissionais especializados para escolher a melhor forma de aplicar seus recursos de acordo com o seu perfil.

Invista nos Fundos do Sicredi

Fundos de Renda Fixa

Possuímos uma ampla diversidade em fundos de renda fixa voltados para investidores de todos os perfis, com risco muito baixo, baixo e médio.

Esse é um fundo de renda fixa de curto prazo, ideal para quem deseja compor sua reserva de emergência com baixíssimo risco e possuir liquidez imediata já que os resgates ocorrem em D+0. Destinado para investidores de perfil conservador em razão do risco, é possível para complementação de carteira de perfis moderado e arrojados. Seu rendimento busca acompanhar a variação do CDI e, por ser um Fundo de Curto Prazo, sua carteira é composta exclusivamente por títulos públicos federais com prazo médio de vencimento inferior a 60 dias.

Aplicação inicial: R$ 100,00
Grau de risco: Muito Baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 2,70%

Saiba mais

Uma opção de fundo de renda fixa para quem busca um retorno superior ao CDI. É uma forma de diversificar o investimento em renda fixa com segurança e preferência em títulos de empresas privadas de primeira linha, ou seja, aquelas classificadas com baixo risco pelas agências classificadoras de risco.

Aplicação inicial: R$ 1.000,00
Grau de risco: Baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 2,45%

Saiba mais

Essa é uma opção de fundo de renda fixa de risco médio que busca acompanhar o índice IMA-B, que mede o desemprenho de uma cesta de títulos públicos indexados ao IPCA. Investindo no mínimo 95% de sua carteira em cotas de outros fundos de Renda Fixa, o FIC IPCA+ busca proteger seu poder de compra aliado a rentabilidades atrativas no longo prazo. Destinado a investidores com apetite de risco moderado.

Aplicação inicial: R$ 1.000,00
Grau de risco: Médio
Rentabilidade últimos 12 meses: 0,84%

Saiba mais

Essa é uma opção de fundo de investimento de renda fixa com baixíssimo risco, ideal para perfis conservadores que buscam diversificar aplicações em ativos de longo prazo. Pode servir como uma parte de sua reserva de oportunidade/emergência, pois sua principal característica é concentrar seus investimentos em títulos públicos federais trazendo segurança e baixa volatilidade ao desempenho do fundo. Por ser aderente a Resolução CMN 3.922, também pode ser acessado por RPPS.

Aplicação inicial: R$ 1.000,00
Grau de risco: Muito baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 3,01%

Saiba mais

Fundo de investimento da categoria de renda fixa que, por meio de uma carteira composta de títulos públicos e privados, busca rentabilidade superior ao CDI. Essa é uma aplicação de longo prazo e risco baixo em que o gestor do fundo busca, por meio de análises quantitativas, identificar as melhores opções do mercado para aproveitar taxas de juros pré e pós-fixada e índices de preço a favor do associado.

Aplicação inicial: R$ 1.000,00 
Grau de risco: Baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 2,04%

Saiba mais

Esse é um fundo investimento de renda fixa que tem classificação tributária de longo prazo e considera um mix de títulos públicos e privados com excelente rating de crédito pelas agências classificadoras de risco. Por meio de atuação ativa no mercado de taxas de juros pré e pós fixadas e índices de preços, o seu objetivo é superar o CDI. Essa é uma opção indicada para os perfis conservadores e moderados. 

Aplicação inicial: R$ 1.000,00
Grau de risco: Baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 2,38%

Saiba mais

Busca acompanhar a variação do CDI através da alocação de seus recursos em títulos públicos federais, principalmente pós-fixados. Indicado como alternativa para empresas que buscam uma melhor gestão do seu fluxo de caixa com liquidez imediata. Por ser aderente a Resolução CMN 3.922 este fundo também pode ser acessado por RPPS. 

Aplicação inicial: R$ 100.000,00
Grau de risco: Muito baixo

Saiba mais

Este fundo é indexado ao índice IRF-M e busca expressar a variação de mercado (rendimento) de uma cesta de títulos pré-fixados. Para alcançar este objetivo, o fundo pode aplicar em títulos públicos e privados de baixo risco que acompanhem de forma direta ou indireta o índice de referência do fundo. O fundo pode também utilizar derivativos para hedge (proteção) da carteira ou para sintetizar posições. Possui baixa taxa de administração e, por ser aderente a Resolução CMN 3.922, também pode ser acessado por RPPS.

Aplicação Inicial: R$ 50.000,00
Grau de Risco: Baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 5,94%

Saiba mais

Este fundo é indexado ao índice IRF-M1 e busca expressar a variação de mercado (rendimento) de uma cesta de títulos pré-fixados com prazos inferiores a um ano. Para alcançar este objetivo, o fundo pode aplicar em títulos públicos e privados de baixo risco que acompanhem de forma direta ou indireta o índice de referência do fundo. O fundo pode também utilizar derivativos para hedge (proteção) da carteira ou para sintetizar posições. Possui baixa taxa de administração e, por ser aderente a Resolução CMN 3.922, também pode ser acessado por RPPS.

Aplicação Inicial: R$ 50.000,00
Grau de Risco: Baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 4,39%

Saiba mais

Essa é uma opção de fundo de renda fixa de risco médio que busca acompanhar o índice IMA-B, que mede o desemprenho de uma cesta de títulos públicos indexados ao IPCA. Investindo no mínimo 95% de sua carteira em cotas de outros fundos de Renda Fixa, o FIC IMA-B busca proteger seu poder de compra aliado a rentabilidades atrativas no longo prazo. Por ser aderente a Resolução CMN 3.922 este fundo também pode ser acessado por RPPS. Destinado a investidores com apetite de risco moderado.

Aplicação Inicial: R$ 50.000,00
Grau de Risco: Médio
Rentabilidade últimos 12 meses: 1,05%

Saiba mais

Fundos Multimercado

Excelente opção de diversificação visto que o fundo pode aplicar em diversos mercados sem necessidade de concentração. O gestor pode rever a estratégia de alocação em cada ativo de acordo com variações do mercado.

Através de gestão ativa realizada pela SulAmérica, essa é uma opção de investimento que tem o objetivo de conquistar uma rentabilidade superior a 100% do CDI. Para isso, o gestor da carteira vai diversificar os investimentos entre mercados de renda fixa, variável e derivativos. Nos títulos de crédito privado há preferência por empresas com classificação de risco AAA, AA ou A. Na prática, é um caminho de aumentar as chances de rentabilidade sem concentrar as aplicações em um fator de risco específico.

Aplicação inicial: R$ 1.000,00
Grau de risco: Alto
Rentabilidade últimos 12 meses: -3,03%

Saiba mais

Escolha ideal para quem busca rentabilidade superior a 100% do CDI. Com gestão ativa da Schroders, o fundo busca investir seus recursos em títulos privados (até 70% do seu patrimônio líquido) e títulos públicos federais indexados à Selic, taxas pré-fixadas ou inflação. Nos títulos de crédito privado há forte gerenciamento de risco, dando preferência por empresas com classificação de risco AAA, AA ou A. Tudo isso sem concentração da carteira em um apenas um fator de risco e sem taxa de performance, o que vai ajudar a aumentar as chances de conseguir maior rentabilidade.

Aplicação inicial: R$ 1.000,00
Grau de risco: Alto
Rentabilidade 12 meses: 0.83%

Saiba mais

Por meio de uma estratégia diversificada de ativos, que contempla juros, inflação, câmbio e commodities, o fundo se propõe a render mais em comparação a outros tipos de aplicações com a meta de superar o CDI. Através de uma gestão ativa com alocação de recursos do fundo em um mix de estratégias a Asset do Sicredi buscará entregar retornos consistentes acima do seu objetivo no longo prazo.

Grau de risco: Muito alto
Aplicação inicial: R$ 1.000,00

Saiba mais

O índice S&P 500, sigla de Standard & Poor’s 500, é o principal índice do mercado acionário americano incluindo as 500 maiores empresas listadas na bolsa. Com baixo valor de entrada, e de uma forma simples e efetiva o investidor diversifica seu portfólio de investimentos sem variação cambial. A carteira do fundo é composta por contratos futuros de S&P 500 e títulos públicos brasileiros, protegendo o investidor da variação cambial e servindo como alternativa de exposição a bolsa americana.

Público-alvo: PF, PJ e RPPS
Grau de risco: Muito Alto

Saiba mais

Fundos de Ações

Com gestores especializados, são opções de baixo valor de entrada para investidores que buscam retornos mais elevados a longo prazo e tem um perfil de investimentos moderado ou arrojado.

Através de uma gestão ativa da Schroders o fundo busca superar o principal índice de renda variável do Brasil, o Ibovespa. A estratégia consiste em buscar empresas com bons fundamentos econômicos, boa governança corporativa e modelos de negócio perenes que se traduzam no longo prazo em rentabilidades elevadas ao investidor. Por ser aderente a Resolução CMN 3.922 este fundo também pode ser acessado por RPPS. 

Risco Muito: Muito alto
Aplicação Inicial: R$ 500,00
Rentabilidade últimos 12 meses: -6,19%

Saiba mais

Este fundo de investimento busca acompanhar a rentabilidade das ações da Petrobras, uma das principais empresas listadas na B3. O fundo é indicado para perfis moderados e arrojados, ou seja, para quem está disposto a assumir oscilações nos valores aplicados com o objetivo de aumentar sua rentabilidade. O fundo irá aplicar no mínimo 90% dos recursos nas ações da Petrobras e o restante em títulos públicos. Através de um fundo, também não é necessário se preocupar com o recolhimento do IR, pois é responsabilidade do Administrador.

Aplicação Inicial mínima: R$ 200,00
Grau de Risco: Muito Alto
Rentabilidade últimos 12 meses: -27,56%

Saiba mais

Através de uma gestão ativa realizada pela SulAmérica, essa é uma opção de investimento que tem o objetivo de conquistar uma rentabilidade superior ao Ibovespa, principal índice do mercado brasileira. Baseada em uma análise fundamentalista e através de uma cultura de risco muito forte, o fundo busca gerar ganhos consistentes no médio e no longo prazo.

Público Alvo: Pessoas Físicas, Jurídicas e RPPS
Grau Risco: Muito alto 

Saiba mais

Fundo Cambial

Proteção do seu patrimônio frente a variação do dólar americano (PTAX).

Produto ideal para quem possui dívida ou compromissos na moeda americana ou mesmo que deseja realizar aquisição ou viagem ao exterior e deseja proteção a variação do dólar investindo em reais. Em geral, existe uma correlação negativa (quando um sobe o outro desce) entre o dólar e o Ibovespa, ou seja, é importante possuir este produto para proteção e diversificação da carteira para investidores que possuem alta exposição à renda variável. Indicado para investidores de perfil moderado e arrojado. 

Aplicação inicial: R$500,00
Grau de Risco: Muito Alto

Saiba mais

Fundos Segmentados

Destinado exclusivamente a Operadoras de Saúde registradas na ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

O fundo destina-se, exclusivamente, aos participantes do setor de saúde suplementar que estejam registrados na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) como operadoras de planos de saúde de pequeno, médio e grande porte. O Soberano Saúde tem como objetivo acompanhar a variação do CDI aplicando recursos em carteira de ativos composta somente por títulos públicos federais. Por ser destinado a reserva técnica das operadoras, as cotas são bloqueadas diariamente e só é possível a liberação com aprovação da ANS.

Aplicação inicial: R$ 25.000,00
Grau de risco: Muito Baixo
Rentabilidade últimos 12 meses: 3,08%

Saiba mais

Conta com gestão ativa da Schroders e destina-se, exclusivamente, aos participantes do setor de saúde suplementar que estejam registrados na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) como operadoras de planos de saúde de pequeno, médio ou grande porte. O Fundo possui gestão ativa e tem como objetivo superar o CDI através de uma estratégia de alocação de seus recursos em títulos de empresas privadas com baixo risco de crédito (boa avalição de rating) e títulos públicos federais. Por ser destinado a reserva técnica das operadoras de saúde, as cotas são bloqueadas diariamente e só é possível a liberação de recursos com aprovação da ANS.

Aplicação Inicial mínima: R$ 25.000,00
Grau de Risco: Médio

Saiba mais

Tabela de Rentabilidade

Consulte a rentabilidade dos fundos de investimento administrados pelo Sicredi e escolha os que melhor atendem as suas expectativas.

Clique aqui
Tire suas dúvidas sobre os Fundos de Investimentos

A cada 6 meses os Fundos, automaticamente, deduzem esse Imposto de Renda dos cotistas, considerando o rendimento obtido no período.

A cobrança desse imposto é efetuada em quantidade de cotas, ou seja, calcula-se o número de cotas proporcional ao valor financeiro referente ao IR devido e diminui-se esse número do total de cotas que o cliente possui. Além disso, no momento do resgate da aplicação do investidor, se for o caso, será feito o recolhimento do IR, de acordo com a alíquota final devida, conforme o prazo de permanência desse investimento no fundo.

O imposto de renda dos Fundos de Investimento é recolhido no último dia útil dos meses de maio e novembro. Para esse recolhimento será utilizada a menor alíquota de cada tipo de Fundo: 20% para Fundos de Curto Prazo e 15% para Fundos de Longo Prazo

Não há a incidência de “come-cotas” em Fundos de Ações.

O imposto de renda é cobrado somente nos ganhos obtidos com fundos de investimento e é retido na fonte pela Instituição Financeira no ato do resgate ou pelo come-cotas nos meses de maio e novembro para fundos de renda fixa ou cambial. O investidor recebe em conta corrente o valor líquido de impostos.

O IR (imposto de renda), que é retido na fonte pelo administrador é calculado somente no rentabilidade do fundo, e não sob todo o investimento. 

Para efeitos de tributação de IR, os Fundos de Investimento são classificados da seguinte forma:

Curto Prazo 
•    22,5% até 180 dias          
•    20,0% acima de 180 dias

Longo Prazo
•    22,5% até 180 dias
•    20,0% acima de 180 dias
•    17,5% de 361 até 720 dias
•    15,0% acima de 720 dias

Para os fundos classificados como curto prazo e longo prazo, ocorre, também, a incidência do “come-cotas” (retenção IR) nos meses de maio e novembro. O IR é cobrado somente na rentabilidade do fundo, e não de todo o produto. 

Para resgates com um prazo inferior a 30 dias, incide sob a rentabilidade o IOF de maneira decrescente. 

Fundo de Ações
15% sobre o lucro somente no resgate. Não há “come-cotas” ou IOF. 

O recurso do investidor aplicado no Fundo de Investimento é convertido em cotas. Cada cotista possui um número de cotas proporcional ao valor total de seus investimentos. O valor da cota é atualizado diariamente e o cálculo do saldo do investidor é feito multiplicando o número de cotas adquiridas pelo valor da cota no dia.

O patrimônio de um Fundo de Investimento é a soma de todos os recursos aplicados por seus diferentes investidores. Cada fundo segue o regramento estabelecido em seu respetivo regulamento.

Sempre no momento da primeira aplicação em um fundo, é necessário que o investidor assine o termo de adesão, seja de forma eletrônica em nossos canais ou via física quando realizada pela agência. Para um nova aplicação em um fundo que já é cotista, não se faz necessário assinar novamente.

A cota é uma fração de um fundo. A soma de todas as cotas compradas pelos investidores resulta no valor do patrimônio de um fundo de investimento.

Quando o investidor aplica seu dinheiro em um fundo, ele está adquirindo uma determinada quantidade de cotas, cujo valor é diariamente apurado pelo Administrador do fundo. Para apurar o valor atual do investimento, basta multiplicar a quantidade de cotas que você possui pelo seu valor no dia.

Quando é realizado um resgate, o número de cotas diminui. Quando o investidor realiza uma nova aplicação, o número de cotas aumenta.
 

Para fundos que possuem cota de resgate D+0, o valor da cota é do mesmo dia da solicitação de resgate. Quando o fundo possui cota de resgate D+1, o valor da cota é do dia útil seguinte ao que foi realizada a solicitação de resgate pelos canais ou agência. 

O API (Análise do Perfil do Investidor) é um questionário bem rápido de ser respondido, que apresenta informações acerca das necessidades e histórico do investidor, e possibilita o correto enquadramento dos produtos disponíveis na grade de acordo com a sua tolerância a riscos e o percentual de alocação indicado em cada grau de risco: muito baixo, baixo, médio, alto e muito alto.

O API pode ser respondido pelo internet banking, app ou nas agências do Sicredi e possui validade de 24 meses após ser respondido. 

A taxa de administração é o valor, em percentual, para remuneração do gestor e administrador do fundo. A rentabilidade divulgada pelos canais e tabela de rentabilidade, já é liquida desta taxa. Os fundos de investimentos do Sicredi não cobram taxa de entrada ou de saída. 

Varia de acordo com cada fundo. Existem fundos de perfil extremamente conservadores, com liquidez diárias, e outros com cotização mais longa e que estão sujeitos a maiores volatilidades e, por consequência, maior risco. Antes de investir, é importante que o fundo esteja de acordo com seu perfil e que o investidor esteja ciente da política de risco do produto, os quais podem ser consultados na Lâmina de Informações Essenciais e Regulamento de cada fundo. 
 

Documentos

Politica de Voto - Schroders

Politica de Voto - Sicredi Asset

Politica de Voto - SulAmérica

Rating da Asset

Fitch Ratings

abril/2020

Moodys Ratings

agosto/2020

S&P Ratings

julho/2020

Histórico de Cotas

Consulte o Histórico de Cotas dos Fundos do Sicredi clicando aqui.

Baixe o App e tenha segurança e facilidade

WhatsApp

051 3358 4770
* Sujeito a disponibilidade na sua localidade

Serviços por telefone

Capitais e regiões metropolitanas

3003 4770
* Custo de uma ligação local

Serviços por telefone

Demais e regiões

0800 724 4770

SAC

Informações, elogios e reclamações

0800 724 7220

Atendimento aos Deficientes

Auditivos ou de fala

0800 724 0525

Ouvidoria e Denúncias

0800 646 2519

Chamadas Internacionais

(a cobrar)

+55 51 3378 4472

Confederação das Cooperativas do Sicredi

CNPJ: 03.795.072/0001-60

Av. Assis Brasil, nº 3940, Jardim Lindoia – Porto Alegre/RS – CEP: 91010-003

Abra sua conta