Investimentos

Investimentos

Análises do Mercado Financeiro

Acompanhe aqui as principais análises dos nossos especialistas sobre o mercado financeiro

Destaques do dia

 

BRASIL

1. Segundo a FGV, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) registrou queda de 1,7 ponto em janeiro na comparação com dezembro, a 98,4 pontos.

O recuo está relacionado com as incertezas sobre o setor ante ao aumento dos casos de covid-19 no país.

 

2. Segundo o presidente Jair Bolsonaro, a Proposta de Emenda à Constituição que zere os impostos federais a combustíveis e energia já está acertada com a equipe econômica.

A proposta veio em um momento que a alta da gasolina e do diesel pressiona a inflação e afeta a popularidade do presidente.

 

 

MUNDO

1. Na Alemanha, segundo o instituto alemão GfK, a projeção do índice de confiança do consumidor avançou de -6,9 pontos em janeiro para -6,7 pontos em fevereiro.

A leitura veio acima das expectativas do mercado de recuo do indicador a -8 pontos.

 

2. Na China, o Escritório Nacional de Estatísticas divulgou o lucro industrial das empresas de crescimento de 4,2% em dezembro, na comparação anual, após 9,0% em novembro.

Com o resultado o país totalizou uma alta de 34,3% no lucro industrial em 2021.

 

3. Na Turquia, o banco central divulgou a projeção da inflação em 2022 do país de aumento de 11,8% para 23,2%.

O aumente é explicado pelos efeitos da disseminação da ômicron na atividade, somado às pressões inflacionárias com a depreciação da moeda turca.

 

Resenha Financeira

Última atualização: 27/01/2022, referente à 26/01/2022

 

Ásia: com investidores esperando a reunião do Fed, os índices da região fecharam sem uma direção única. A reunião do FOMC de quarta-feira gerou expectativas no mercado de que o banco central dos EUA deve preparar o terreno para começar o ciclo de aumento de juros na reunião de março. Nesse sentido, o índice chinês Xangai valorizou 0,66%, e o Shenzhen subiu 0,70%. Por outro lado, o Nikkei, índice japonês, recuou 0,44%, e o sul-coreano Kospi caiu 0,41%.

Europa: acompanhando o tom positivo das bolsas de Nova York, o mercado do velho continente fechou com ganhos. No radar dos investidores seguiu as tensões geopolíticas da Ucrânia, e a decisão de política monetária do Fed. No entanto, o índice de Londres, FTSE 100, cresceu 1,33%, impulsionada pela aceleração dos papéis de empresas ligadas a energia, enquanto o índice alemão DAX, subiu 2,22%, e o CAC 40 de Paris avançou 2,11%. Neste contexto, o índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 1,68%.

EUA: após o discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, o sinal negativo predominou nos ativos. Na coletiva de imprensa, Powell sinalizou que o ciclo de elevação de juros deve acontecer na reunião de março, porém enfatizou o problema da inflação e a tarefa do Fed de levá-la à meta de 2%. Diante disso, os sinais dos índices Dow Jones e S&P 500 reverteram para o negativo, de baixa de 0,38% e 0,15%, respectivamente, enquanto o Nasdaq subiu 0,02%. Neste quadro, o dólar fechou em alta, e o índice DXY avançou 0,57%. Quanto aos Treasuries, os retornos renovaram máximas diante do Fed, e o T-note de 10 anos subiu a 1,85%.

Brasil: apesar do discurso do presidente do Federal Reserve a favor do aperto monetário, a bolsa brasileira contrariou a desvalorização externa e avançou. O Ibovespa fechou na direção contrária do mercado americano, de aumento de 0,98%, diante da alta das commodities, impulsionando papéis de peso na bolsa. O comportamento dos juros foi impactado pela divulgação do IPCA-15 acima da mediana de expectativas, levando a curva acumular prêmios na parte curta. Quanto ao câmbio, o dólar seguiu o apetite global, e também valorizou ante ao real, em 0,11%, a R$ 5,44.

Podcast Análise do Dia

Um podcast do Sicredi com a análise do dia do mercado financeiro.

Ouça agora
Nota Econômica Semanal

Acompanhe as análises dos principais acontecimentos da semana.

Panorama de Investimentos

Material elaborado pela nossa equipe de especialistas em conjunto com análise econômica e asset, apresentando as principais informações do mercado financeiro, nossos produtos e sugestões de alocações de carteiras.

Relatórios Econômicos e de Investimentos

Janeiro/2022

Panorama de Investimentos – RPPS

Janeiro/2022

Resumo Econômico Mensal