Blog do Sicredi

30 de Novembro de 2020

O que são e como funcionam os fundos multimercados?

Notícias | Investimentos

O fundo de investimento é uma modalidade muito utilizada por investidores que desejam ampliar suas escolhas na hora de investir. Isso porque ele costuma apresentar um portfólio diversificado. 

Os fundos não são um ativo em si. Eles são negociados por meio de cotas e os resultados dos investidores estão relacionados à quantidade de cotas que cada um possui. Além disso, as decisões sobre como investir os ativos do fundo são tomadas por um gestor profissional. 

Os fundos multimercados, por exemplo, podem apresentar vantagens interessantes em relação à diversificação. Então, que tal saber mais sobre eles?  

Continue conosco e saiba mais! 

O que são fundos multimercados? 

O mercado apresenta muitos fundos diferentes. A maior particularidade de cada um deles está relacionada à estratégia de investimento. Por exemplo, se falarmos para você sobre um fundo de renda fixa, é de se esperar que o foco seja em investimentos desse tipo, certo? 

Como o nome indica, trata-se de um fundo que tem uma estratégia mais ampla — envolvendo mercados diferentes, como bolsa, juros e moedas, sem a necessidade de concentração em apenas um. Assim, não é estipulado um percentual determinado para investir em dada classe de ativos. 

Desse modo, os fundos multimercados são aqueles que usufruem de maior liberdade em relação às escolhas da carteira. A gestão pode, então, mesclar diferentes técnicas para alcançar os resultados que busca no universo de investimentos. 

Bastante interessante, não é mesmo? 

Como eles funcionam? 

Os multimercados funcionam de maneira semelhante aos fundos de outros tipos. Por exemplo, em relação às cotas e à gestão.  

O investidor adquire cotas do fundo e passa a ter direito de participar dos ganhos obtidos pelo gestor. Da mesma maneira, está exposto aos riscos — ou seja, de não ter lucros significativos ou mesmo de enfrentar perdas. E o gestor é o responsável por escolher os investimentos que farão parte da carteira do fundo multimercado. 

Uma das principais características, no entanto, está no fato de que os fundos multimercados podem ter atributos bastante diferentes entre si.  Afinal, cada um tem normas próprias para montar o portfólio.  

Por exemplo, podem investir em títulos públicos, aplicações de renda fixa, ações, cotas de outros fundos, derivativos e outros. Portanto, apresentam riscos e rentabilidades diversas. E o investidor deve conhecer esses fatores antes de investir. 

Quais estratégias os fundos multimercados seguem? 

Dizer que o fundo multimercado apresenta maior liberdade em relação à montagem do patrimônio não significa que ele não seja guiado por uma estratégia de investimento. Por exemplo, existem fundos com estratégia balanceada — na qual o próprio gestor determina o percentual a ser alocado em cada classe de ativos. 

De outro lado, há fundos que adotam uma forma específica de investimento. Temos, ainda, aqueles que são mais amplos. Na estratégia dinâmica, existe uma ideia geral de onde investir, mas não são determinados percentuais de alocação. Já nos fundos livres, não encontramos padrões específicos a serem seguidos pelo gestor. 

Quais são as vantagens e os riscos? 

Depois de descobrir o que são os fundos multimercados e ler até aqui, você, provavelmente, percebeu que uma das maiores vantagens deles é a diversificação. Outro benefício, claro, é a oportunidade de contar com o trabalho de um gestor profissional. 

Os fundos costumam ser muito buscados, por exemplo, por investidores que desejam possuir parte de sua carteira em renda variável, mas têm dificuldade em tomar as próprias decisões.  

Assim, adquirir cotas de um fundo e acompanhar os resultados obtidos por um especialista parece é atrativo para muitos investidores. A possibilidade de melhores rentabilidades pode ser outra vantagem interessante dos fundos multimercados. 

Contudo, ao falar de rendimentos, é importante considerar também os riscos dos fundos. Como podem adotar estratégias diferentes, os multimercados se encaixam em perfis de risco diversos. Alguns podem ser mais conservadores e outros mais arrojados. 

Vale a pena avaliar as opções com cuidado para encontrar fundos que sejam adequados ao seu perfil de investidor. Fique atento também à classificação nas agências de risco. O Sicredi tem excelentes classificações nas instituições de crédito — como Fitch, S&P e Moody's. 

Para quem os fundos multimercados podem ser adequados? 

De modo geral, esse investimento costuma se adequar melhor a quem tem perfil moderado e arrojado. Então, considere as informações que leu neste post e pondere as vantagens e os riscos do investimento antes de decidir.  

E lembre-se de que qualquer decisão ao investir deve ser tomada com base no seu perfil e nos seus objetivos! 

Estamos sempre ao seu lado na hora de investir! Confira aqui as melhores alternativas para seu perfil e seus objetivos financeiros! 

Ver todas notícias
Baixe o Aplicativo e tenha segurança e facilidade

WhatsApp

051 3358 4770
* Sujeito a disponibilidade na sua localidade

Serviços por telefone

Capitais e regiões metropolitanas

3003 4770
* Custo de uma ligação local

Serviços por telefone

Demais e regiões

0800 724 4770

SAC

Informações, elogios e reclamações

0800 724 7220

Atendimento aos Deficientes

Auditivos ou de fala

0800 724 0525

Ouvidoria e Denúncias

0800 646 2519

Chamadas Internacionais

(a cobrar)

+55 51 3378 4472

Confederação das Cooperativas do Sicredi

CNPJ: 03.795.072/0001-60

Av. Assis Brasil, nº 3940, Jardim Lindoia – Porto Alegre/RS – CEP: 91010-003

Abra sua conta