A gente explica, você investe e economiza!

Como funciona a energia solar

Utilizada há décadas em muitos países, a Energia Solar vem crescendo cada vez mais, inclusive aqui no Brasil. Mas como acontece na prática? O primeiro passo é escolher uma empresa especializada para desenvolver um projeto adaptado às suas necessidades com o suporte de engenheiros e técnicos. 

Fechado o negócio, essa mesma empresa realiza a análise de estrutura, condição da instalação elétrica da propriedade, mapeamento da área, entre outros. Ela também vai realizar a instalação de todos os componentes que fazem parte do sistema fotovoltaico, conhecido também como kit solar. São eles: painéis solares, inversor, proteções elétricas, relógio bidirecional, estruturas e mecanismos de fixação, além de, em alguns casos, monitoramento via internet. Durante o processo, você vai poder tirar todas as suas dúvidas, incluindo os detalhes de como ocorre a conversão dos raios solares em energia elétrica. 

Seu sistema somente é conectado à rede elétrica e ativado após a homologação junto à concessionária, e a empresa contratada vai guiar você por todas as etapas. Inclusive, por ela conhecer toda a regulamentação, o projeto já será desenvolvido e otimizado para atender às exigências do processo. Você também conta com uma garantia sobre o sistema instalado que, posteriormente, será verificado pelo órgão regulatório. 

Em resumo, a empresa contratada solicita a conexão à rede de distribuição pública e o projeto técnico então é analisado pela concessionária em até 15 dias úteis*. Com a devida autorização, o sistema é instalado em sua propriedade e a própria empresa solicita a vistoria da concessionária logo em seguida, o que costuma ocorrer em até 7 dias úteis. Um relatório técnico é emitido, autorizando a ativação do sistema ou pedindo ajustes quando necessário. E assim ocorre a homologação! O último passo é a troca do medidor, que passa a liberar o uso do seu sistema fotovoltaico. 

*Pode variar de acordo com as regras de cada concessionária. 

Na prática é assim

Agora que você já sabe mais sobre a parte técnica de como funciona a energia solar, vamos resumir em alguns tópicos o processo.

Expectativas para o futuro

 
O Brasil está entre os territórios com o maior potencial para o uso de sistemas fotovoltaicos, um recurso valioso, principalmente quando o custo da energia elétrica do país é um dos mais elevados do mercado. Isso indica que a energia solar só tem a crescer por aqui. Nos últimos tempos, segundo a Absolar, nossa geração ultrapassou a potência de 14 GW, superando a potência instalada da usina hidrelétrica de Itaipu. Desse número, 9,4 GW foram gerados por instalações de pequeno porte, e 4,7 GW por instalações de grande porte. E para o ano de 2022, segundo o portal Solar, a expectativa é que a potência instalada cresça em 90%.