13 de Janeiro de 2022

Despesas de janeiro: como se planejar para as contas de início de ano

Saiba como se preparar para não prejudicar o orçamento

Notícias | Educação financeira

Começamos um novo ano cheios de esperança e, junto com os novos planos começam a chegar também as famosas despesas de janeiro. E a pergunta que não quer calar é: você se planejou para as contas de início de ano?

Se a resposta for não, não se preocupe. Antes de qualquer coisa, vale lembrar da importância do planejamento financeiro e da construção do orçamento familiar para não ser pego de surpresa com a chegada dos boletos. Mas, se você ainda não se organizou, preparamos algumas dicas para não precisar apelar para os santos ou contar com a sorte desta vez.

Basicamente, é preciso primeiro listar e conhecer as despesas básicas, como os gastos com aluguel, alimentação, transporte e plano de saúde. Depois, é hora de separar parte dos seus ganhos para cada despesa e entender se será preciso abrir mão de algum gasto extra para cumprir com as responsabilidades financeiras.

Continue a leitura para saber como cumprir os compromissos de início de ano sem comprometer o orçamento.

 

Quais são as principais despesas do início de ano?

Para as famílias que possuem filhos, já no início de janeiro começam a chegar os boletos para o pagamento da matrícula, lista de compras de uniformes e material escolar. No caso da matrícula dos colégios particulares, o boleto costuma vencer logo na primeira semana de janeiro.

Em alguns casos, dependendo do nível da criança ou do adolescente, há possibilidade de negociação para inclusão do valor no parcelamento dos livros didáticos. Além disso, vale lembrar que a lista de uniforme e material escolar também varia de acordo com o grau de escolaridade do aluno.

A dica para pais de crianças até o ensino fundamental é ir renovando o uniforme aos poucos, pois a tendência é que as crianças precisem aumentar a numeração das roupas no decorrer do ano. Outras dicas para economizar, também, na compra do material escolar:

  • Avalie a possibilidade de usar a mesma mochila e estojo comprados para o ano anterior. Assim como em 2020, no ano passado os alunos fizeram a maior parte dos estudos em casa. Nesse caso, há grandes chances dos itens comprados no início de 2021 ainda estarem em ótimas condições de uso;
  • Faça uma pesquisa de preços em papelarias e armarinhos da sua região. Dessa forma, você poderá escolher a loja com as melhores condições e ainda estará contribuindo para fortalecer o comércio local;
  • Com a alta da inflação, os preços do material escolar também ficaram mais caros. Por isso, o desafio de evitar juros neste ano é ainda maior. Caso seja possível, procure negociar o pagamento à vista com o maior desconto oferecido.

Logo depois, no início de fevereiro, é a vez dos impostos conhecidos como IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano e IPVA – Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores. Para quem possui carro, tem também a renovação obrigatória do seguro do veículo, o chamado DPVAT – Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres.

A dica é incluir esses gastos fixos anuais no orçamento familiar. Algumas opções são:

  • Diluir o valor do imposto, separando uma parte do salário a cada mês no ano anterior para o pagamento à vista. Desta forma, há a possibilidade ainda de poupar, já que o dono do imóvel costuma receber um desconto;
  • Optar pelo parcelamento, sem comprometer o orçamento planejado para as despesas básicas e os outros planos da família, como a viagem de férias e a troca do carro;
  • Adaptar o orçamento, incluindo o parcelamento da despesa no orçamento da família. Nesse caso, é importante analisar se haverá a necessidade de reduzir custos e evitar gastos variáveis.

Vale lembrar das compras parceladas no cartão de crédito para as festas de fim de ano. É importante se planejar para não ter que arcar com os juros. A dica, neste cenário, é saber aproveitar bem o 13º salário.

 

Comece a se planejar para 2023

Não deixe para o ano que vem o que você pode começar a fazer agora. Coloque todas as despesas na ponta do lápis para estar bem preparado para os gastos no final deste ano. E conte com o Sicredi para te ajudar a entender os seus gastos e começar a fazer o seu dinheiro render.

Conheça o nosso Programa Cooperação na Ponta do Lápis e fique por dentro das dicas acompanhando nossos conteúdos sobre Educação Financeira aqui no nosso blog.

Ver todos os posts