28 de Outubro de 2021

Sicredi Cooperjuris: uma história que é resultado de muita cooperação

Notícias | Institucional

A Sicredi Cooperjuris foi fundada após reunião dos membros do Conselho Executivo da Associação Cearense de Magistrados (ACM), sob a presidência do Desembargador José Maria de Melo (in memorian). Em 2006, sua primeira denominação foi Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Magistrados, Membros do Ministério Público, Defensores Públicos e Servidores do Poder Judiciário no Estado do Ceará – Cooperjuris.

Para atender a determinação do Banco Central, foi formado um Capital Social com depósitos iniciais de 30 associados, que vislumbraram o futuro e acreditaram que o amanhã se constrói com a coragem de dar os primeiros passos. Hoje, 15 anos depois, a cooperativa já possui 1.398 associados no quadro social, que usufruem de todos os benefícios de cunho econômico ofertados por uma instituição financeira, contudo contando com os diferencias que apenas uma cooperativa oferece.

Durante esse tempo, a cooperativa funciona no Fórum Clóvis Beviláqua, contando com o apoio das administrações do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará e do Fórum. A agência passou por reforma importante em 2018.  No mesmo ano, ocorreu a migração sistêmica, passando de filiada a Unicredi para o Sistema Sicredi. O que propiciou presença nacional e a solidez de uma instituição com crescimento anual médio de 20%, que trabalha para que a vida financeira dos associados fique ainda melhor.

Associados

Durante as Assembleias de 2020 e 2021 os associados, exercendo seu poder de decisão, optaram por ampliações de base, que possibilitaram o ingresso dos notários e registradores, membros da polícia judiciária e servidores ligados ao todo o Sistema de Justiça no Estado do Ceará, sendo agora denominada Cooperativa de Crédito, Poupança e Investimento do Sistema de Justiça no Estado do Ceará – SICREDI COOPERJURIS.

Alterações Estatutárias

Ainda na última Assembleia foram aprovadas alterações que viabilizam maior solidez à Instituição Financeira Cooperativa e permitem foco cada vez maior nos negócios. As alterações indicam, entre outros aspectos, o crescimento da Sicredi Cooperjuris e tratam sobre portfólio de serviços, Integralização Mensal e resgates parciais da Conta Capital, Fundo de Reserva, Fundo de Assistência Técnica Educacional e Social (FATES) e segregação das Funções Executivas e de Administração, devendo ocorrer já na Assembleia Geral de 2024 uma eleição para a Diretoria e outra para o Conselho de Administração, conforme determinação do Banco Central. Isso porque, por mais de três anos consecutivos, atingimos um patrimônio líquido maior que 50 milhões de reais.

Agência Integração

Pensar no presente e vislumbrar o futuro, faz parte da história da cooperativa e é característica de seus dirigentes - anteriores e atuais. Em meio ao cenário de pandemia e a necessária restrição de acesso ao Fórum, o acesso às dependências da cooperativa estava sendo prejudicado. Por essa razão, priorizando ofertar ao associado um atendimento com mais qualidade e conforto, a Sicredi Cooperjuris, por meio de decisão de seu Conselho de Administração, anunciou a criação da sua Agência de Negócios.

Uma atitude que nada mais é que o fruto da cooperação dos associados e foi embasada em estudos para viabilizar o sucesso do negócio. A nova agência foi concebida pensando também em oferecer a equipe – que está em constante crescimento – condições de trabalho adequadas, com estrutura viável ao desempenho de dirigentes e colaboradores. Contudo, um projeto que que antes foi estudado e analisado conforme viabilidade e tem como estratégia a duplicação dos negócios e dos resultados da cooperativa em 4 anos.

A Sicredi Integração contempla ainda medidas de sustentabilidade, contando com um sistema de reutilização de água descartada pelos aparelhos de ar condicionado, outro de renovação do ar, bem como, tem como meta a utilização mínima possível de papel.

Parcerias

A cooperativa conta, ao longo de sua trajetória, com parcerias de extrema importância com Instituições que integram o Sistema de Justiça, bem com as associações e sindicatos que representam seus servidores e membros. Intercooperação de extrema importância para o desenvolvimento do cooperativismo financeiro, bem como, do meio de atuação.

Olhar para a comunidade

Desde 2018 a Sicredi Cooperjuris adotou a Escola de Ensino Médio em Tempo Integral José Valdo Ribeiro Ramos, situada no bairro Carlito Pamplona, e vem contemplando os seus alunos com o desenvolvimento de atividades com caráter educativo, social e cultural. A atitude integra um dos princípios do cooperativismo que é o Interesse pela comunidade, e possibilita aos alunos a vivência de experiências.

Essa história, que foi semeada no passado, vem sendo escrita por meio da cooperação dos associados.

Ver todos os posts
 
Notícias relacionadas