16 de Março de 2022

Cooperativa adota práticas para sustentabilidade energética

Conectada aos princípios do cooperativismo de crédito, Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ já instalou 10 usinas fotovoltaicas que fornecem energia para a sede regional e para 22, das 28 agências da cooperativa

Notícias | Sustentabilidade

Com o intuito de gerar impacto ambiental positivo ao mesmo tempo que promove crescimento econômico e social nas comunidades, a Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ está consolidando um importante projeto que visa deixar a cooperativa energeticamente sustentável. Até o momento, foram instaladas 10 usinas fotovoltaicas que já estão fornecendo energia para a sede regional e para 22 das 28 agências da cooperativa. Além disso, mais duas usinas estão prontas para serem ligadas e outras quatro, em fase de estudo e planejamento.

Para o presidente da cooperativa, Santo Cappellari, a utilização de energia solar provou ser uma alternativa viável. “Tanto ecológica quanto economicamente, o uso de energia fotovoltaica agrega muitos benefícios. Além de economizar os recursos hídricos, gera economia financeira e aumenta a capacidade energética do país como um todo. Por isso, além de incentivar nossos associados e a sociedade, queremos ser exemplos”.

A estratégia de ecoeficiência desenvolvida pela cooperativa reflete a atuação junto aos associados por meio de incentivo ao uso de fontes de energia renováveis com linhas de financiamento e consórcios específicos. Somente em 2021, a Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ  liberou R$ 8,25 milhões em financiamentos voltados à energia solar.

Ações abrangentes

O Comitê de Sustentabilidade da cooperativa  agregou outros trabalhos importantes nos municípios da área de atuação, como: reciclagem de todo o lixo eletrônico da cooperativa, a transformação de mais de seis toneladas de papel em nove mil rolos de papel higiênico doados à instituições de caridade, arrecadação de 42 mil absorventes destinados às meninas em situação de vulnerabilidade social matriculadas nas escolas públicas da região, e ainda, o desenvolvimento de projetos como a reciclagem de óleo de cozinha no município de Irati (PR), o cata-pilhas em Reserva(PR) e o projeto Filtro Ecológico, realizado em parceria com o Rotary de Inácio Martins(PR).

“No Sicredi, a sustentabilidade está interligada aos pilares econômico, social e ambiental, fazendo com que a cooperativa seja cada vez mais protagonista do desenvolvimento local e sustentável das regiões, para, assim, construir juntos uma sociedade mais próspera em que os 17 objetivos globais, estipulados pela ONU, sejam alcançados”, finaliza o presidente.

Ver todos os posts
 
Notícias relacionadas